Secretaria Municipal de Educação faz busca ativa de crianças fora da escola em Tarauacá


A Secretaria de Educação, através da coordenação do Busca ativa, sob responsabilidade da professora Fabrícia Bayma, realizou a busca ativa de alguns alunos que estariam fora da Escola municipal Adelmar de Oliveira.


A Busca Ativa Escolar é uma plataforma gratuita para ajudar os municípios a combater a exclusão escolar. Foi desenvolvida pelo UNICEF em parceria com Undime, Congemas e Conasems. (SEED).


A secretária de Educação Maria Lucicléia Nery, explica que é um trabalho contínuo fazer com que o aluno permaneça na escola. “O aluno precisa estar motivado a aprender na escola ou fora dela. As parcerias estabelecidas com o Conselho Tutelar, darão resultados importantes na Busca ativa da criança, trazendo-o de volta à aprender”. Afirmou a secretária.


Realizar pesquisas periódicas com famílias e estudantes: esse diálogo permite identificar quais são as dificuldades que causam a falta de participação e mapear possíveis casos que têm risco de evasão. Esse acompanhamento é tão importante dentro da escola quanto o monitoramento feito dentro das secretarias de Educação.


A coordenadora do Busca ativa em Tarauacá, Fabrícia Bayma (SEME), diz que a parceria estabelecida, é muito importante para que o aluno permaneça no âmbito escolar. “Recentemente, tivemos o sistema zerado quanto a alunos que estariam fora da escola, mas sempre que acontece de algum se afastar, e começar a faltar aulas, nos reunimos e vamos em busca desse aluno”. Falou a coordenadora.


O termo é muito utilizado pelo Sistema Único da Assistência Social, vez que, busca, como por exemplo, no caso de identificação de pessoas que não estão amparadas pelas políticas públicas sócio assistenciais, assim como pelas políticas públicas e programas de atenção como da saúde, educação. (MEC).