Secretaria de Educação se reúne com empresas fornecedoras da merenda escolar visando ano letivo


A Secretaria de Educação promoveu uma reunião com o CAE (Conselho de Alimentação Escolar), representante do setor jurídico da Prefeitura de Tarauacá, empresários (fornecedores da merenda escolar) com o objetivo de explicar os trâmites legais para a aquisição, como também fazer importantes orientações referentes a alimentação escolar das escolas de Tarauacá.


Segundo a assessora jurídica da procuradoria Lília Raquel Silva, as empresas que não respeitarem os editais estabelecidos, serão notificadas, e posteriormente penalizadas dentro da Lei. “Faremos tudo que está ao nosso alcance para solucionarmos os problemas, porem àquelas empresas precisam realizarem tudo que está dentro dos e ditais, para que não sejam penalizadas futuramente”. Explicou a assessora.

A secretaria de educação Lucicleia Nery, explicou diversas situações dos vários questionamentos que os conselheiros e pais de alunos faziam junto à secretaria em anos passados. Disse que que os educandos são seres humanos frágeis que precisam da boa qualidade da merenda escolar.


Precisamos oferecermos o melhor da alimentação escolar para nossos educandos. Queremos Tarauacá diferente e igualitária. Cada um fazendo a sua parte, teremos um futuro melhor. As empresas, por não ofertarem o que está em contrato, serão notificadas, e não iremos passar a mão na cabeça de ninguém”. Falou a secretaria.


Para Roneila Barbosa coordenadora do setor de distribuição da merenda escolar taraucaense, explanou que não receberá nada além do que foi contratado entre prefeitura e empresas. “Precisamos receber tudo que foi licitado para que não tenhamos problemas de nenhum lado. Que todos precisam cumprir seu trabalho com seriedade e qualidade do serviço ofertado para que as crianças não sejam afetadas”. Falou a coordenadora.

Ainda participaram da reunião, os representantes das empresas fornecedoras da merenda escolar em Tarauacá, funcionária Maria Tereza de Araújo Rocha (setor de compras), Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e nutricionista.


Para o representante do CAE, precisam trabalhar em conjunto e harmonia. “Somos todos parceiros do mesmo trabalho”, explanou o presidente do Conselho de Alimentação escolar



Por Assessoria Seme.