Secretaria de Educação realiza diagnose referente ao programa Alfaletrar


A Secretaria de Educação, realizou acompanhamento a execução do Programa Alfaletrar na unidade Escolar 15 de Junho II, analisando os níveis de conhecimento dos alunos para auxílio na Recomposição da Aprendizagem. A equipe formada pelas assessoras: Cativânia Lima e Clícia Torres, tendo as escolas avaliadas com bons índices de aproveitamento na aprendizagem da criança.


Para a secretaria de Educação Maria Lucicléia Nery, o programa está cumprindo um papel importante na aprendizagem da criança. “Ler, conversar e cantar para as crianças em situação de aprendizagem é uma forma de promover o desenvolvimento de habilidades fundamentais para a alfabetização. É todo um planejamento e objetivos que precisam serem alcançados com a implementação do programa Alfaletrar”. Afirmou a secretária.


Para Elivângela Machado, realizar esses acompanhamentos são importante, tendo em vista, buscar uma educação de qualidade diferenciada nas escolas. “A equipe de coordenação do ‘Alfaletrar’, está acompanhando de perto a evolução do conhecimento adquirido pelos educandos com a implementação do programa na escola. Acompanhar as atividades pedagógicas e auxiliar os docentes, diagnosticando os níveis de aprendizagem” Falou a coordenadora.


A alfabetização é o processo de aprendizagem em que se desenvolve a habilidade de ler e escrever. É uma habilidade de uso individual, possibilitando codificar e decodificar a escrita e os números. Já o letramento, é um processo que envolve o uso competente da leitura e da escrita nas práticas sociais.


A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) define que a alfabetização das crianças deverá ocorrer até o segundo ano do ensino fundamental, com o objetivo de garantir o direito fundamental de aprender a ler e escrever.


Por Flávio Santos: Assecom.