Secretário de Saúde Aderlândio França faz live com coordenadora de imunização do município

Atualizado: Abr 29

Por Reginaldo Palazzo


Secretário de Saúde Aderlândio França faz live com coordenadora de imunização do município Francinez Correia.

O Secretário de Saúde Aderlândio França juntamente com a coordenadora de imunização Francinez Correia dissertaram por quase uma hora nesta manhã do dia 28 sobre a vacina contra a Covid 19 dentre outros assuntos.


O intuito dessa live foi tirar as dúvidas dos munícipes e disseminar informações verdadeiras acerca da vacina inviabilizando assim qualquer tentativa de se espalhar inverdades, as famosas fakenews como, por exemplo, que está sobrando doses e o município não está aplicando.


“Obviamente desejaríamos que todos já tivessem tomado a vacina, infelizmente não depende de nós, mas assim que chegam os lotes estamos segundo os critérios do Ministério da Saúde comunicando e chamando pela prioridade com toda a transparência”. Disse Aderlândio.


Podemos citar como exemplo das perguntas que foram feitas na live se a pessoa alérgica pode tomar a vacina, a resposta é sim, desde que esteja dentro das prioridades determinadas pelo Ministério.


“Nós do município de Tarauacá ao contrário do que muitos falam não estamos atrasados na vacinação, estamos adiantados, isso é possível constatar pesquisando por ainda termos município vacinando com idade mínima de 65 anos, ao passo que nós já estamos vacinando com 60 anos pra cima, inclusive com busca ativa”. Disse a Coordenador Francinez.


Sobre as possíveis denúncias de pessoas fora da prioridade que receberam a vacina, o secretário afirmou que isso não passa de alegações falsas e que os órgãos competentes podem facilmente averiguar se assim quiserem.


Quanto a baixar a faixa etária isso não depende do município as doses já vêm pré-determinadas para a idade alvo pelo PNI, com a ressalva que os ribeirinhos são também um grupo a parte e que por isso recebem um número de doses específicas, lembrando que o ribeirinho não precisa sair da comunidade para ser vacinado, a saúde municipal fará esse trabalho em todos os rios.


Aproveitando o ensejo foi dissolvida a dúvida em relação à vacina contra a gripe (Influenza), onde no período de 12/04 a 10/05 serão vacinados os grupos de crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes puérperas e trabalhadores da saúde. Idosos e professores entrarão a partir de 11/05.


Intervalo

A coordenadora Francinez explicou ainda que pela diferença de marcas de vacina contra a Covid-19 os períodos entre a primeira dose (D1) e a segunda dose (D2), mudam.


Portanto:

Quem tomou a, Coronavac o período é de 28 dias.

Quem tomou a AstraZeneca da Fiocruz é 90 dias e de ambas para uma vacina de rotina são apenas 14 dias.


Bebidas alcoólicas

Francinez Correia disse que não é bom beber principalmente na segunda dose porque é ela que imuniza definitivamente. “Se fosse eu esperaria os 30 dias”. Completou.


Reação

Pode haver reações como febre, dor de cabeça, vômitos etc. caso haja algum desses sintomas a pessoa deve procurar a unidade de saúde que recebeu a dose para consulta e ainda será feita uma notificação.


Campanha oportuna

A Secretaria Municipal de Saúde criou a campanha ‘Vacinação Solidária’ pedindo que para quem for se vacinar levar 1kg de alimento não perecível para ajudar a combater a fome que assolou diversas famílias que ficaram impedidas de ganhar o pão de cada dia devido a pandemia.