Prefeitura de Tarauacá emite Nota de Esclarecimento; veja


A Prefeitura Municipal de Tarauacá informa que a paralisação deflagrada pelo Sindicato da Educação (SINASEFE) é um ato político abusivo.

 

O município vem cumprindo com todas obrigações legais, inclusive aplicando o reajuste promovido pelo Governo Federal no piso salarial do Professor, ao adequar sua tabela salarial através do Decreto de nº 29/2022, acarretando, com isso, um aumento superior a 7 (sete) milhões sua folha de pagamento anual.

 

Vale ressaltar que esta gestão já atendeu vários pleitos da categoria, a exemplo: a) Pagamento de Abono pecuniário aos professores em dezembro de 2021, no valor de R$ 11.400,00; b) Pagamento de Abono pecuniário à equipe de apoio em fevereiro de 2022, no valor de R$ 1.000,00; c) Dobra do valor do Auxílio Alimentação à equipe de apoio de R$ 200,00 (duzentos reais) para R$ 400,00 (quatrocentos reais); d) Pagamento de férias proporcional a 45 (quarenta e cinco) dias; e) Antecipação da parcela de julho/2021 e dezembro/2021 dos professores; f) início das discussões de reformulação do Plano de Cargos, Carreira e Salários, entre outros.

 

A gestão lamenta a atitude descompromissada do Sindicato da classe da Educação, que deveria destacar-se pela probidade, por ser o responsável pela transmissão de conhecimento à nossas crianças, mas acaba utilizando-se de atitudes levianas ao incitar a realização de um ato ilegal (greve), acarretando prejuízo financeiro ao grupo com a aplicação de multa diária com o descumprimento de ordem judicial.

 

Pois em razão do ato de hoje (17/03/2022), o Tribunal de Justiça do Estado do Acre determinou que o Sindicato encerrasse o movimento grevista IMEDIATAMENTE, majorando a multa diária para R$ 5.000,00 demonstrando, por mais uma oportunidade, a ilegalidade da paralisação e boa-fé da gestão municipal.

 

Esperamos que a categoria analise, considere e compreenda as ações desta administração atual valorizando os esforços laborais em prol do desenvolvimento de nossas crianças.






Maria Lucicleia Nery de Lima

Secretária de Educação