Prefeita Maria Lucinéia apresenta plano de imunização contra a COVID-19 para Tarauacá


‘Isso não é só um pequeno passo para os munícipes tarauacaenses, mas um grande salto para a imunidade’

A Prefeita de Tarauacá Maria Lucinéia através de seu Secretário Municipal de Saúde Aderlândio França e equipe apresentaram nesta quarta-feira (20/01) para a população tarauacaense no auditório do Sinteac o ‘Plano Municipal para Imunização contra a COVID-19’.


O Ato contou também com a presença do seu Vice Raimundo Maranguape; o Vereador Manoel José (Zé Prego); Comandantes, Capitão R. Corrêa e Tenente José Corrêa, representando a Polícia Militar e Bombeiros respectivamente; Francinez Correia, Coordenadora da Imunização Municipal; Iago Nobre, Coordenador da Atenção Básica e o Presidente do Sinteac Lauro Benigno que compuseram a Mesa. As Secretárias Lucicléia Lima da Educação, Geania Maria da Cultura, Desporto e Turismo e o Secretário Rosenir Arcênio, da obras também se fizeram presentes no evento.


As primeiras 253 doses enviadas pelo Ministério da Saúde serão ministradas estritamente pelo que recomenda o próprio ministério de acordo com suas prioridades, que incluem nessa primeira fase os profissionais da saúde que estão na linha de frente contra a COVID-19, os indígenas (somente os que moram em aldeia), e idosos com 60 anos ou mais institucionalizados, que no nosso caso residem no Lar novo Hamburgo. Algo fora dessas prioridades serão vacinados conforme as próximas remessas da vacina e fases distintas determinadas pelo Ministério da Saúde segundo as prioridades, profissionais que tentarem burlar as regras do ministério poderão sofrer ações judiciais.


Vale lembrar que os dados do plano estão sujeitos a alterações conforme atualizações enviadas pelo próprio Ministério da saúde, SESACRE etc.


Uma explicação importante para os munícipes é que essas primeiras 253 pessoas que tomarem a 1ª dose terão garantida a 2ª dose porque pela resolução do MS elas terão que tomar a segunda dose após 28 dias do mesmo laboratório e lote, um dos motivos disso é que o MS tem que saber exatamente o lote que a pessoa tomou em caso de efeito colateral.


Nas palavras da Prefeita Néia: “Essas doses que chegaram parece um sonho que está se realizando, isso, não significa o fim da doença, mas pelo menos o início do controle sobre ela e o fim de milhares de mortes”. A Prefeita ainda lembrou que sentiu na pele a força dessa doença: “Soube com tristeza e ansiedade do que aconteceu em Manaus tenho muitos conhecidos lá, além do que meu marido escapou graças ao Pai maior e os médicos que estão sendo incansáveis nessa pandemia, todos da área da saúde tem grande participação nessa luta, agora vamos torcer para voltarmos a nossa rotina normal o mais rápido possível”.


O Secretário de Saúde Aderlândio lembrou da dádiva que foi os cientistas terem preparado uma vacina pra conter o coronavírus em tão curto espaço de tempo, comparando com a vacina contra a gripe espanhola que levou 11 anos para ser produzida, demonstrando que isso foi um marco para a humanidade. Por fim parabenizou tanto toda equipe da SEMSA que se debruçou em organizar um Plano Municipal de acordo com nossa realidade em tão curto espaço de tempo, bem como todos os profissionais de saúde de Tarauacá que batalham a quase um ano salvando vidas.


A vacina já se encontra em Tarauacá e o primeiro a ser vacinado representando os profissionais em saúde será o Sr. Sebastião Aragão na UBS Porto Marques.




Texto: Reginaldo Palazzo

Fotos: Gilson Amorim