Com ações voltadas para educação, saúde e assistência, Prefeitura leva atendimentos para o Liberdade


Dando continuidade a mais uma edição do Projeto 'Prefeitura na Comunidade’, a Prefeitura de Tarauacá, por meio das Secretarias de Saúde, Educação e Promoção Social, levou neste final de semana diversos atendimentos para as comunidades São José, São João, Santa Rita, Extrema, ‘Cavanhaque’, localizadas no Liberdade.


O objetivo da ação desenvolvida, foi atender todas as famílias de baixa renda, localizadas ao longo do Setor III do baixo rio Liberdade, levando assim, também atendimento pedagógico, de saúde e de assistência social.

A Secretaria de Educação realizou reuniões escolares nas comunidades, desenvolvendo atividades lúdicas, esportivas, e entregando às famílias atingidas pelas enchentes os benefícios eventuais disponíveis, totalizando mais ou menos cerca de 450 pessoas, entre crianças, jovens e adultos.


A Saúde realizou atendimento odontológicos, consultas médicas, vacinação contra a covid-19, exames de PCCU, testes rápidos dentre outras especialidades. Além disso, a Promoção Social ofereceu, por meio das equipes do CREAS Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), levando ações diversificadas e orientações importantes para a população da comunidade do baixo rio Liberdade.


Foi repassado também as orientações referentes ao Auxilio Brasil, vínculo familiar, vacinas diversas, teste rápido, entre outros serviços disponibilizados.

Para a secretária, Lucicléia Nery, foi um momento especial junto à comunidade da Liberdade e região.


“Queremos e precisamos ouvir as comunidades de perto. Atender suas reivindicações e levar o atendimento necessário à quem precisa. Lhe dando atenção necessária, pois somente assim, poderemos traçar ações que serão pertinentes a melhoria de vida na própria comunidade rural”, destacou a secretária de educação, Maria Lucicléia.


“Essas ações são importantes porque as Unidades Básicas ficam longe desse povoado mesmo eles fazendo parte da nossa cidade. Nós temos também como orientação descentralizar o atendimento para atender aos locais mais distantes, onde a população não tem fácil acesso e é mais vulnerável”, salientou Mackenzie dos Santos, secretário municipal de saúde.