Busca Ativa escolar zera número de crianças, em alerta, fora da escola em Tarauacá


Secretaria de Educação, através da coordenadoria do “Busca Ativa Escolar de Tarauacá”, zera número de alunos fora da escola no município.


Com o objetivo de combater a evasão escolar em Tarauacá, a Secretaria de Educação busca acompanhar os (as) estudantes (re) matriculados (as) para que prossigam em seus estudos. Realizar diagnósticos sobre as causas da exclusão escolar. Ajudar o município a entender melhor sua realidade e orientar as políticas públicas para a infância e a adolescência.


A iniciativa é da Secretaria Municipal de Educação (Seme), por meio da coordenação do Programa Busca Ativa escolar: Fabrícia Prado Bayma e o Técnico da Divisão de Avaliação e Indicadores Educacionais: Sérgio Aragão Bevilacqua.


Na prática, o programa resgata alunos com evasão escolar, através de ações In Loco, onde gestores, orientadores e professores buscam reinserir crianças e adolescentes que, por algum motivo, estão desligados do ambiente escolar.


Para a coordenadora Fabrícia, é um trabalho de todos. “É um trabalho coordenado entre todos, as equipes se dirigem até a residência dos alunos para conversar com os pais e saber os motivos da ausência escolar nas escolas de Tarauacá. Temos parcerias importantes como: CRAS, CREAS, Conselho Tutelar e Sistema Brasil.Tínhamos 99 casos de alunos fora da escola em nosso município, conseguimos inserir as 99 crianças de volta para a escola, estamos fazendo a diferenças na vida dessas crianças, com certeza”. Disse a coordenadora.


Para a secretária Maria Lucicléia Nery, O Busca Ativa com todas as parcerias são importantes para manter os alunos na escola e não prejudicar sua carreira educacional. “O Busca Ativa Escolar é uma estratégia composta por uma metodologia social e uma ferramenta tecnológica disponibilizada gratuitamente para estados e municípios. A intenção é apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão nas escolas de Tarauacá”. Comentou a secretária.


Para o coordenador da Regional, é uma alegria poder chegar a esse patamar com o sistema zerado quanto a quantidade de alunos fora da escola de Tarauacá. “Estamos felizes por vocês conseguirem chegar a atender todos os alunos que estão fora da escola, e recolocá-los na sua caminhada educacional”. Falou o coordenador regional.

“A Busca Ativa Escolar reúne representantes de diferentes áreas fortalecendo, dessa forma, a rede de proteção. Cada secretaria escolar e profissional da educação tem um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola ou em risco de abandono, até a tomada das providências necessárias para seu atendimento nos diversos serviços públicos, (re) matrícula e permanência na escola.

Todo o processo é acompanhado por uma plataforma que funciona como um grande banco de dados que facilita a comunicação entre as áreas, armazena dados importantes sobre cada caso acompanhado e apoia na gestão das informações sobre a situação da criança e do adolescente no município e/ou estado”. (Géri Anderson).

Acompanhar os (as) estudantes (re) matriculados (as) para que prossigam em seus estudos. Realizar diagnósticos sobre as causas da exclusão escolar. Ajudar o município de Tarauacá a entender melhor sua realidade e orientar as políticas públicas para a infância e a adolescência.


O Conselho Tutelar pode ainda promover ou colaborar com a conscientização e mobilização da comunidade sobre temas sensíveis em matéria de infância e juventude, como o combate à evasão escolar e o trabalho infantil, a violência contra crianças e adolescentes etc.


Por: Flávio Santos-Asecom.