COMUNICADO DA PREFEITURA DE TARAUACÁ SOBRE A SAÍDA DOS MÉDICOS CUBANOS


Fomos surpreendidos com a quebra de contrato unilateral por parte de Cuba em relação ao programa mais médicos o que os fez parar de trabalhar imediatamente.

Condicionada a continuação do programa pelo Presidente eleito Jair Bolsonaro ao salário integral, teste de capacidade conhecido como revalida e trazer sua família para o Brasil, sem ter que dispor de 70% do seu salário para o governo cubano. O que para nós é perfeitamente normal ou natural, mas para o governo cubano é uma afronta. Portanto perderemos 7 dos 8 médicos inscritos no programa aqui em nosso município.

A SEMSA (Secretária Municipal de Saúde) informa que ontem o Governo Temer já lançou novo edital e neste momento já está acontecendo novas inscrições para o referido programa cabendo a nós se adequar temporariamente a essa nova situação. Diante disso o posto de saúde (UBS) João Wanderley localizado à Rua Justiniano de Serpa ao lado da antiga rádio fará o atendimento centralizado aos munícipes tarauacaenses com 3 médicos que dispõe o município.

O governo cubano provou o que se dizia há muito tempo a respeito dele, que o seu interesse maior era o dinheiro e não a preocupação com a população mais necessitada.

Para finalizar pedimos a toda a população paciência e respeito aos médicos que não tem nada haver com a decisão arbitrária de tal governo.